O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

10 de abril de 2021

SEGUNDO DOMINGO DA PÁSCOA/ DA DIVINA MISERICÓRDIA

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Ano B. Segundo Domingo da Páscoa: 11/04/2021

DOMINGO DA DIVINA MISERICÓRDIA

1-Aprofundando os textos bíblicos:

João 20,19-31 – Este texto pode ser dividido em: vv.19-23 – enfatizando a criação da comunidade messiânica que dá seqüência ao projeto de Deus. vv. 24-29 – em contraste com Tomé, reflete o amadurecimento da fé de quem crê sem ter visto Jesus e a Ele adere plenamente. O final, vv. 30-31, é a expressão do objetivo do evangelista: “Para que vocês creiam e tenham a vida”.  A presença de Cristo é percebida no meio dos discípulos e discípulas, reunidos no primeiro dia da semana; um novo dia começa ao entardecer. O encontro com o Ressuscitado é fonte de alegria para os discípulos que recebem o sopro do Espírito. É a nova criação. A expressão de Tomé, “Meu Senhor e meu Deus”, talvez seja o eco de uma aclamação litúrgica das primeiras comunidades.  

Atos 4,32-35 – A unidade da comunidade se fundamenta na fé em Cristo ressuscitado, se expressa na oração comunitária, no compromisso com os necessitados. O grande poder a que se refere o texto, não é dos apóstolos, mas de Deus que opera sinais e prodígios. 

Salmo 118(117) – Na alegria, o povo elogia três vezes a mão de Deus, e se compromete a viver para louvar os grandes feitos dele.

1João 5,1-6 – O amor para com os irmãos é o único critério possível para afirmar que estamos em comunhão com Deus, e que vencemos o poder deste mundo.

2-Atualizando: O retrato de nossa comunidade se assemelha ao das primeiras comunidades cristãs? Nossos relacionamentos são de comunhão, amor, partilha, serviço desinteressado? Somos uma comunidade de portas abertas, responsável pela criação de um mundo novo?

3-A palavra de Deus na celebração:

Agradecemos ao Pai pela vitória de Cristo sobre nossa morte, pecados e incredulidades. Acolhemos a presença do Ressuscitado na comunidade unida e suplicamos o sopro de seu Espírito para vencer nossos medos, animar nossa fé ainda tão frágil e nos fortalecer na missão de testemunhas da ressurreição.

4-Dicas para a celebração encontram-se no Dia do Senhor, Ciclo Pascal, p. 288-292. O roteiro básico, realçando o acendimento do Círio, a aspersão com água batismal e outros elementos pascais importantes, está nas p. 241-252.

 

M. do Carmo de Oliveira e Maria de Lourdes Zavarez

 

 

> 2 - Atualizando:    

> 3 - A palavra de Deus na celebração:     At 4,32-35; Sl 117(118); 1Jo 5,1-6; Jo 20, 19-31 (Tomé)

> 4 - Dicas e Sugestões:   

 

M. do Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez