O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

19 de março de 2021

Quinto Domingo da Quaresma. Ano B:

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Quinto Domingo da Quaresma. Ano B: 21/03/2021

1-Aprofundando os textos bíblicos: João 12,20-33 – A hora de Jesus, também chamada de “glória” é o momento decisivo da cruz. Hora do serviço total da entrega da vida. “Se o grão de trigo cair na terra e morrer, produzirá muito fruto”. A imagem da sementque morre para produzir uma grande colheita foi aplicada à Ressurreição. A Paixão e morte de Jesus resultarão na fecundidade da ressurreição que reunirá judeus e gregos na mesma comunidade messiânica. Existe uma ligação fundamental entre servir e seguir a Jesus. O serviço a Jesus implica na participação em sua morte e ressurreição. No v. 27 Jesus se sente angustiado diante da morte próxima, mas aceita o sofrimento com liberdade soberana.

Jeremias 31,31-34 – Os capítulos 30 e 31 de Jeremias são chamados de “Livro da Consolação” onde Deus promete uma nova aliança com Israel e Judá. A aliança baseada só na Lei não muda nem pessoas nem organização do povo. A Aliança deverá enraizar-se no coração.

Salmo 51(50) – Quem tem consciência de que quebrou a Aliança com Deus, reconhece seus pecados que é de injustiça contra seu semelhante. Maior que o pecado é o perdão e a graça da fidelidade do parceiro – Deus.

Hebreus 5,7-9 – Temos aqui uma cristologia completa. Aqui, a hora de Jesus, sua Paixão e morte, é reconhecida como oblação suplicante, plena de respeito pela vontade do Pai. A oração de Jesus é atendida em sua ressurreição, sua glorificação sacerdotal.  A paixão é para Jesus o caminho do sacerdócio. Por ela, Ele se solidariza profundamente com a miséria humana, abrindo-a para ação transformadora e santificadora de Deus.

  1. Atualizando: O grão para se transformar em planta que dá novos frutos deve enfrentar a escuridão da cova, misturar-se com a terra. Igualmente, se quisermos valorizar a vida, se quisermos fazer surgir um mundo novo, precisamos de coragem de doar a vida, por amor. Hoje, que grãos de trigo estão sendo esmagados e enterrados em nosso país e na América Latina? Que sinais de vida podemos ver na luta por um Brasil mais humano?
  2. A palavra de Deus na celebração:

Hoje o Pai nos entrega Jesus, o grão fecundado pela força do Espírito, feito Pão da Vida para nossa salvação. Com alegria renovamos nossa aliança e comungamos seu projeto, aceitando a cruz de nossa vida, como passagem necessária para a ressurreição e alegria plena.

4. Dicas para a celebração: Cantar o Hino da CFE e Concluir as preces com a Oração da CF/2021.

M. do Carmo de Oliveira e Maria de Lourdes Zavarez

 

> 2 - Atualizando:     Primeira Semana do Saltério

> 3 - A palavra de Deus na celebração:     Leituras: João 12,20-33; Jr 31,31-34; Salmo 50 (51); Hb 5,7-9 Jesus, sua morte e glorificação.

> 4 - Dicas e Sugestões:   

 

M. do Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez