O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

3 de fevereiro de 2019

Quarto Domingo do Tempo Comum

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Quarto Domingo do Tempo Comum

  1. Aprofundando os textos bíblicos:

Lucas 4, 21-30 – Jeremias 1,4-5.17-19 – Salmo 71 (70) – 1 Coríntios 12,31;13,1-13

O texto de Jeremias (ano 627 antes de Cristo) apresenta a sua vocação profética, procurando explicar as raízes da sua atividade contraditória e desconcertante. A vocação de Jeremias parte de uma experiência da Palavra de Deus que o ultrapassa e o chama à missão profética, antes que Jeremias tome consciência, e antes mesmo de ter nascido. O chamado é destinação feita por Deus que precede, fundamenta e abarca toda existência. Com a força de Deus, o profeta enfrentará a força dos poderosos e o poder de todos os ricos. O povo compara a origem humilde de Jesus e a pretensão do programa de sua vida. O preconceito determina que a importância e capacidade de uma pessoa é determinada pela origem, berço familiar, profissão, parentesco, relações e categorias sociais: “O que se pode esperar de um operário de Nazaré?” (Mc 6, 2-3; Jo 1,46; 7, 27s) A palavra de Jesus no v. 24 lembra um dito popular, conhecido por israelitas, gregos e romanos, mostrando que o destino de Jesus é o mesmo dos profetas (Jr 11,18-23) Nenhum  profeta é bem recebido pela sua gente. O povo rejeitando Jesus, rejeitou também o “ano da graça” que se concretizou em sua pessoa e ação. Descrevendo a reação do povo (4,28-30), a passagem se refere ao término da atividade de Jesus entre o seu povo. A pessoa, seu projeto, sua ação irão beneficiar os pagãos. O Salmo 71 mostra Deus como o único que salva e liberta.

2- Atualizando: Nossa comunidade está entre os que aceitam Jesus Cristo e seu projeto, e por isso, está se comprometendo com a transformação radical das estruturas deste mundo, onde o amor vença todas as barreiras? Ou nossas reuniões comunitárias são uma hipocrisia, ou seja, eliminando e matando os profetas de hoje?

3- A palavra de Deus na celebração:

Como comunidade profética celebramos a ação de Deus em nossa vida e no mundo. Renovamos nossa adesão ao seguimento de Jesus, valorizando nossos carismas, nos comprometendo com o serviço amoroso aos irmãos e enfrentando com coragem as hostilidades próprias do caminho. Cantamos a ação de graças ao Pai, formando um só corpo com Cristo, solidários com a humanidade.

4- Dicas e sugestões: Nesta semana: cor verde, salmos da 4ª semana. Vejam no Dia do Senhor, TC Ano C p. 64-69.

 

02/02/2019: APRESENTAÇÃO DO SENHOR – N. As. Da Apresentação, Candeias, Candelária, Luz, Belém.

Cor: branco; Ofício próprio, bênção das velas, procissão. 

 

> 2 - Atualizando:    

> 3 - A palavra de Deus na celebração:    

> 4 - Dicas e Sugestões:   

 

Maria do Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez