O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

2 de dezembro de 2018

Primeiro Domingo de Advento – Ano C – 02/12/2018

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Primeiro Domingo de Advento – Ano C – 02/12/2018

Primeira semana do Saltério

1- Aprofundando os textos bíblicos: Lucas 21,25-28.34-36; Jeremias 33,14-16; Salmo 25(24); 1 Tessalonicenses 3,12-4,2:

Agradar a Deus na expectativa da vinda de seu reino, nunca é um fato concluído, por isso exige permanente vigilância (Ts 3,13). Na versão do sermão apocalíptico de Lucas, há um cenário cósmico dividido em três zonas: o céu (sol, lua e astros, cf. Is 13, 9-10; 34,4-5; Ez 32, 7-8; os astros seriam os impérios que dominam o mundo), a terra (que Deus criou habitável – Is 45,18, mas onde os povos vivem angustiados e inseguros – Is 34,7-8) e o mar (símbolo da violência e perigo – Sl 18,5-6.16; Dn 7,2). O texto se refere ao final dos tempos. Embora surja uma preparação cósmica, pode-se dizer que “aquele dia” chegará de repente (Sofonias 1,15). A maneira de preparar-se não é perguntando datas, mas tendo coragem e vigiando constantemente, sem ficar “pesados pela embriaguez, pelas orgias e preocupações deste mundo”. Jerusalém, no tempo do pós-exílio não era o “monte do Senhor”, por seus inúmeros problemas, mas lhe é prometido o nome novo de “Deus nossa justiça” . A destruição de Jerusalém, ocorrida no ano 70, ainda não era o fim. Fatos mais atemorizadores levariam os discípulos de Jesus a olhar com mais esperança o Filho do Homem, que vem trazer a justiça, julgar e consumar a história. No Sl 25, Deus se manifesta aliado dos pobres e sua promessa de estabelecer o direito e a justiça torna-se, na boca dos pequenos, uma súplica confiante 

2- Atualizando: A espera da vinda do Senhor Ressuscitado nos faz sair da acomodação e do desespero e nos torna criativos, desinstalados. A humanidade e o mundo podem ser renovados a partir dos gestos concretos que podem ser vividos em cada pequena realidade.  Em que a palavra de  hoje nos questiona e fortalece nossa esperança, impelindo-nos ao encontro do Senhor que vem?

3- A palavra de Deus na celebração: Aclamamos na liturgia aquele que vem. Ele veio no passado e virá de novo, fiel à sua palavra. A celebração suscita em nós a esperança da justiça de Deus que vai chegar, levanta nossa cabeça para a fazer tudo o que depende de nós, não como caminho heróico, extraordinário, mas acolhendo o dom de Deus que vem a nós em cada momento e que se visibiliza com força renovadora em nossa celebração.

  1. Dicas e sugestões: Encontram-se no Dia do Senhor, Ciclo do Natal ABC, p. 91-95.

 

Maria do Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez

 

 

> 2 - Atualizando:    

> 3 - A palavra de Deus na celebração:    

> 4 - Dicas e Sugestões: