O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

12 de agosto de 2018

DÉCIMO NOVO DOMINGO DO TEMPO COMUM

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

19º Domingo do Tempo Comum:

1-Aprofundando os textos bíblicos: João 6,41-51 – 1 Reis 19,4-8 – Salmo 34(33) – Efésios 4, 30-5,2:

Os sinais da presença de Deus, aliado do povo no deserto, foram o pão vindo do céu(maná) e a água que jorrou da rocha; são os mesmos sinais da presença de Deus junto ao profeta Elias e que Jesus, presença do Pai, declara ser. Com as palavras “E o pão que eu darei é a minha carne” Jesus quer designar toda a realidade humana com suas possibilidades e suas fraquezas. Na palavra “carne”, o evangelho quer afirmar todo valor salvador da encarnação de Jesus -  “Eles murmuravam: Não é este Jesus, o filho de José? Não conhecemos seu pai e sua mãe? Como pode dizer que desceu do céu?” O enviado por Deus é alguém de “carne e osso”, gente nossa, da história humana. A incredulidade diante dos sinais palpáveis de Deus continua hoje: Preferimos um Deus somente do outro mundo, que não nos interpela através das necessidades e fome do povo concreto. ● O Sl 34(33) é uma ação de graças - eucaristia - ligada a uma experiência de vida.

2-Atualizando: Que o sacramento do corpo de Jesus realize em nós a alegria da comunhão e nos coloque sempre a serviço da vida, semeando a ressurreição em lugares e pessoas onde a vida está sendo desrespeitada. Jesus é a encarnação do projeto libertador do Pai para a criação e toda humanidade. O pão que comemos, a mandado do Senhor, tem nos mantido de pé a caminho do seu projeto?

3-A palavra de Deus na celebração: Pela participação na páscoa de Jesus recebemos a semente da vida eterna,  busca fundamental de nossa vida. A celebração  nos permite viver aqui a vida eterna, a vida plena, pois Jesus se faz nossa vida através da Palavra e da eucaristia. Ele se proclama e se oferece como pão que nos satisfaz plenamente. Em comunhão com Ele nos colocamos também a serviço da vida, semeando no mundo a ressurreição. Somente se damos vida, seremos “imitadores de Deus”.

4-Dicas para a celebração:  No Dia do Senhor, Ano B, p. 105-108 e nas p. 25-34 um roteiro básico. A partilha do pão ou outro alimento continua sendo um rito muito adequado para este domingo, em que comemoramos também o Dia dos pais.

MÁRTIRES DA AMÉRICA LATINA:

- Frei Tito de Alencar, dominicano, brasileiro, martirizado em 12/08/1974.

Maria do Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez

 

> 2 - Atualizando:    

> 3 - A palavra de Deus na celebração:    

> 4 - Dicas e Sugestões: