O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

15 de abril de 2018

Terceiro Domingo da Páscoa - Ano B

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Terceiro Domingo da Páscoa -    Aparição em Jerusalém

(Terceira semana do saltério)

 

1-Aprofundando os textos bíblicos: At 3,13-15.17-19; Sl 4; 1 Jo 2,1-5a; Lc 24,35-48: Esta é, no evangelho de Lucas, a única aparição de Jesus ao grupo todo. Tem valor e síntese; é aparição, identificação e missão. Para os discípulos não foi suficiente ver o túmulo vazio, mas reconhecem Jesus vivo porque podem vê-lo, ouvi-lo, tocá-lo, comem com ele. A ressurreição não é fruto da imaginação dos discípulos. Ele não é um fantasma, e pode mostrar-lhes os sinais da paixão em seu corpo ressuscitado. Para conhecer Jesus é preciso ver os dois aspectos de sua vida: a Paixão que revela a gratuidade e o amor; a Ressurreição que mostra o poder da vida. A ressurreição não atinge apenas a vida espiritual. Atinge o nosso corpo, o nosso ser inteiro. Jesus faz questão de ser tocado e de comer com seus amigos. Então, qualquer ação, trabalho humano que traz mais vida para nosso corpo, para os corpos oprimidos, doentes, torturados, famintos, desabrigados, é sinal concreto da Páscoa, da Ressurreição de Jesus, acontecendo no meio de nós. Somos testemunhas do que Deus continua realizando, mas somos também responsáveis para que a ressurreição se realize em nosso tempo. Na primeira leitura, o povo estava impressionado com a cura do aleijado na porta do templo. Pedro, partindo do título de Deus ligado aos antepassados, chega a Jesus como servo, conforme o profeta Isaías 52,13. Lembra que Deus ressuscita Jesus e afirma que a vida nova se comunica também em forma de saúde a quem se abre para recebê-la. Quem conhece Deus busca a vida. O caminho da vida está aberto para sempre. Basta arrepender-se e converter-se ao projeto de Jesus, o Ungido do Pai.

2-Atualizando: Cremos na força de Deus em nós, na comunidade, que nos leva para frente, em nossa missão e luta contínuas para melhorar a vida, o mundo, as relações entre as pessoas?

3-A palavra de Deus na celebração: O ressuscitado se manifesta na comunidade, que mesmo incrédula e medrosa se reúne. Partilha sua palavra, dando sentido pascal aos acontecimentos da vida. Permite que o toquemos, nos sinais sensíveis dos irmãos, da palavra e do pão partilhado. Damos graças ao Pai que nos faz passar com Cristo da morte para a vida e nos faz capazes de fazer crescer no mundo a reconciliação e a paz, dons de sua Páscoa.

4-Dicas e sugestões: Vejam o Dia do Senhor, Ciclo Pascal ABC, p.293-297.

 

M. Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez

 

 

> 2 - Atualizando:    

> 3 - A palavra de Deus na celebração:    

> 4 - Dicas e Sugestões: