O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

26 de novembro de 2017

SOLENIDADE DEJESUS: REI DO UNIVERSO

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

34º Domingo do Tempo Comum – 26/11/2017- 

SOLENIDADE DEJESUS: REI DO UNIVERSO

O último julgamento

1. Aprofundando os textos bíblicos: Mt 25, 31-46; Ez 34, 11-12.15-17; Sl 22 (23); 1 Cor 15, 20-26.28:
O evangelho de hoje é uma descrição profética do juízo final. O Filho do Homem chega na sua glória, como rei, para julgar todos os povos e confirmar o seu modo de viver conforme a misericórdia praticada com os excluídos, os pobres. Ele se identifica com cada necessitado, seu irmão. O Ressuscitado julgará “todas as nações” sem distinção: os que creram, serão julgados pelo cumprimento do evangelho; os que não são cristãos, pela fidelidade à ética, à verdade e à justiça. O critério da separação é a prática da justiça, do direito e da misericórdia. A lei maior é o amor ao próximo. A sentença faz-se em forma de bênção e de maldição; a aprovação será “herdar o reino”. O castigo, o “fogo eterno”: lembrança do mal e de suas inevitáveis conseqüências.
Dentro da situação de exílio, Ezequiel é profeta da esperança e porta-voz de Deus libertador que busca e cuida de seu rebanho todo e de cada ovelha em particular. O texto hebraico diz no versículo 16b: “Mas a ovelha gorda, a ovelha forte, eu a eliminarei; farei meu rebanho pastar segundo o direito”. Nos versos 17-22 trata das relações de igualdade entre as ovelhas. Deus-pastor cuida para que haja justiça e direito na sociedade a ser construída.

2. Atualizando: Neste domingo, celebrando a realeza de Jesus, Ressuscitado pela justiça e misericórdia de Deus, somos julgados pelos pobres. É possível proclamar a realeza de Cristo enquanto seus irmãos prediletos, os empobrecidos, são excluídos da liberdade e do direito à vida digna?

3/ A palavra de Deus na celebração: A celebração litúrgica é o encontro com o Senhor, nosso pastor, rei e juiz que nos julga, nos purifica e nos faz participantes de sua realeza. Experimentamos por antecipação do reino que seu amor misericordioso nos preparou. Hoje sua palavra faz cair nossas máscaras e nos leva a buscar nossa verdadeira identidade, na vivência da misericórdia para com todos, particularmente, com os pequenos, os pobres e excluídos.     

4. Dicas e sugestões: Encontram-se no Dia do Senhor TC Ano A, p.283-293.
 Maria do Carmo de Oliveira e M. Lourdes Zavarez

 

 

 

 

> 2 - Atualizando:    

> 3 - A palavra de Deus na celebração:     Textos bíblicos deste Trigésimo quarto Domingo do Tempo comum: Mt 25, 31-46; Ez 34, 11-12.15-17; Sl 22 (23); 1 Cor 15, 20-26.28:

> 4 - Dicas e Sugestões: