O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

12 de março de 2017

Segundo Domingo da Quaresma - ano A: Domingo da Transfiguração

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Segundo  Domingo da Quaresma - ano A: Domingo da Transfiguração

Mt 17,1-9
É tempo de subir a montanha para receber a revelação do Cristo transfigurado e sonhar com o brilho 
de uma vida transformada,
de um mundo novo!
É tempo de escutar o testemunho dos profetas que nos anunciam o êxodo,
a libertação!
É tempo de escutar a voz do Pai,
que nos manda levar a sério seu Filho muito querido!
A caminho de Jerusalém,a Nova Cidade, a Cidade da Paz, com Jesus, nosso Mestre, animemo-nos uns aos outros!
____________________________________________________________

É tempo de campanha da fraternidade.
É tempo de alimentar o sonho de uma terra transfigurada,

“Terra boa e espaçosa, terra onde corre leite e mel” (Ex 3,8):

- onde nossas riquezas naturais, em cada região, são bem cuidadas por nós humanos;
- onde o nosso solo é tratado como “mãe gentil”, de modo a conservar sua fertilidade natural, e poder nos dar o pão de cada dia, em vez de desgastado e esterilizado pelas queimadas, pelo envenenamento dos pesticidas e pela erosão;
- onde nossas águas, nosso rios, nossos mangues, nossos mares são tratados como bênção maior do Criador, libertos para sempre das ameaças do desmatamento, da poluição das mineradoras, da sujeira dos esgotos e da podridão do lixo;
- ondenossas florestas, nossas árvores, nossa riqueza madeireira é manejada com racionalidade e tem garantida sua sustentabilidade;
- onde nossa agricultura familiar é priorizada, e nossa alimentação liberta dos horrores do agrotóxico;
- ondenossas periferias urbanas são saneadas e libertas para sempre das pestes e epidemias.

Páscoa, a passagem libertadora de Deus, em Cristo, é a força motora que nos engaja na busca de realização deste sonho.


1.Sol resplendente,
   sobre os mortos, Senhor da vida!
   Vieste para que vejam os que não veem
   e curaste o cego de nascença...
   Vem, ó Senhor Jesus!
Tu és a luz do mundo,
   que a tua Páscoa cantemos!

BENDITO SEJA, EM NOME DO SENHOR,
AQUELE QUE VEM SALVAR SEU POVO!

2.Pascal Cordeiro,
   que libertas a todos do exílio,
   vieste resgatar as ovelhas perdidas
   e com preço de sangue nos salvaste.
   Vem, ó Senhor Jesus!
   Pastor das águas vivas,
   Que a tua Páscoa cantemos!

3.De Deus bendito,
   é em ti que o Pai se compraz!
   Vieste batizar em tua morte a gente
   e o Jordão teu corpo já banhara...
   Vem, ó Senhor Jesus!
   Do Reino és a Justiça!
   Que a tua Páscoa cantemos!

4. Novo Rochedo,
   de onde brota o rio da vida,
   vieste saciar a sede dos que creem
   e o teu coração deixaste abrir...
   Vem, ó Senhor Jesus!
   Ó fonte inestancável,
   Que a tua Páscoa cantemos!

(3) Salmo de resposta: Salmo 33
(ODC Part.I, p. 49)
 1.Um canto novo, ao Eterno Amor,
   Toquem com arte e com vivacidade,
   Pois a Palavra do Amor é certa
   E sua obra é fidelidade!

2.O seu prazer consiste na justiça
   De sua graça a terra está repleta,
   Pela Palavra do Eterno Amor,
   Foi feito o céu e todas as estrelas!

3.O Eteno Amor vela por quem o teme,
   Por quem espera pelo seu favor,
   Para livrar da morte sua vida
   E sustentá-lo em tempo de horror.

4.Por ele, o Amor, os corações anseiam,
   É nosso auxílio e nossa proteção!
   E no seu nome é que nós confiamos,
   Nele se alegra o nosso coração!

(4) Aclamação: HONRA, GLÓRIA Mt 17,5
(HIN II p.111)
HONRA, GLÓRIA, PODER E LOUVOR
A JESUS, NOSSO DEUS E SENHOR!
Duma nuvem brilhante falou Deus, o Pai:
O meu Filho querido, ó povo, escutai! 
(1) Abertura: Salmo 27 (ODC Part.I p. 41)

FALA ASSIM MEU CORAÇÃO:
“VÃO BUSCAR A SUA FACE!”
SENHOR, O TEU SEMBLANTE
NÃO ME ESCONDAS NÃO!

1. O Senhor é minha luz,
Ele é minha salvação.
O que é que vou temer?
Deus é minha proteção.
//Ele guarda minha vida:
Eu não vou ter medo não.//
Quando os maus vêm avançando,
   Procurando me acuar,
   Desejando ver meu fim,
   Só querendo me matar,
   //Inimigos, opressores
   É que vão se liquidar!//

2. Se um exército se armar
Contra mim, não temerei.
Firme está meu coração,
Sempre firme ficarei.
//Se estourar uma batalha,
Mesmo assim, confiarei.//
   A Deus peço uma só coisa,
   Sei que ele vai me dar:
   Habitar em sua casa
   Todo tempo que eu durar,
   //Pra provar sua doçura
   E no templo contemplar.//

3. Ele vai me dar abrigo,
Em sua casa vou morar.
Nestes tempos de aflição,
Sei que vai me agasalhar,
//Me escondendo em sua tenda,
Pra na rocha eu me firmar.//
   A cabeça eu tenho erguida,
   Mesmo em meio de inimigos.
   Ofereço um sacrifício,
   Pois livrou-me dos perigos.
   //Canto hinos com a viola,
   O meu salmo a Deus eu digo.//

4. Vem, me ensina os teus caminhos
E me mostra a boa estrada.
Me protege do inimigo
Que só pensa coisa errada.
//Falsidade estão tramando,
Tenho a vida amargurada.//
   Sei que hei de ver, um dia,
   A bondade do Senhor:
   Lá, na terra dos viventes,
   Viverei no seu amor.
   //‘Spera em Deus, cria coragem!
   ‘Spera em Deus, que é teu Senhor!//

(2) Hino Quaresmal:Sol resplendente
(ODC Part.II p. 118)

(5) Ofertório: Noss’alma quebrada Dn 3,37-42

1.Amor Eterno,
   já somos tão poucos, em meio às nações
   e humilhados,
   no mundo inteiro, por tais transgressões,
   na terra inteira, por nossos pecados!

   Nem, neste tempo,
   Há chefe ou profeta, alguém que governe,
   Nem há oferta,
   Nem mesmo local onde a gente oferte
   E misericórdia se alcance, na certa...

  /:NOSS’ ALMA QUEBRADA, O PEITO HUMILHADO
   TE SEJAM ACEITOS!
   OFERTA SINCERA, QUAL MIL SACRIFÍCIOS
   QUE POSSAM SER FEITOS!:/

2.Essa, a oferta
   Que agora, confiante, a gente apresenta,
   Diante de ti.
   Que seja sem falta, que seja completa,
   Pois não se engana quem confia em ti!

   Vamos pra sempre,
   Nós vamos seguir-te bem de coração,
   No teu temor,
   Nós vamos buscando tua Face e perdão,
   E não nos confundas, nos trata com amor!

(6) Comunhão:Salmo 45 – Mt 17,15
(ODC Part.I, p. 60)

DE UMA NUVEM BRILHANTE SE OUVIU
UMA VOZ QUE DIZIA: ESCUTAI-O!
É MEU FILHO QUERIDO, ESCUTAI-O!
DE UMA NUVEM BRILHANTE SE OUVIU.

1. Transborda o meu coração
    Em belos versos ao Rei.
    Um poema, uma canção
    Com a língua escreverei:
 De todos és o mais belo,
 A graça desabrochou
             Em teu semblante, em teus lábios,
 Pra sempre Deus te abençoou!

2. Valente, forte, herói,
    Pela verdade a lutar.
    A justiça a defender
    Vitorioso serás.
 Lutas com arma e poder
 O inimigo a correr,
 Eterno é teu trono, ó Deus,
 É retidão a valer!

3. Amas, ó Rei, a justiça,
    Odeias sempre a maldade;
    Com o óleo da alegria
    Ungiu-te o Deus da verdade.
 Os mais suaves perfumes
 As tuas vestes exalam;
 No teu luxuoso palácio
Belos acordes te embalam!

 

 

> 2 - Atualizando:     Mt 17,1-9 É tempo de subir a montanha para receber a revelação do Cristo transfigurado e sonhar com o brilho de uma vida transformada, de um mundo novo! É tempo de escutar o testemunho dos profetas que nos anunciam o êxodo, a libertação! É tempo de escutar a voz do Pai, que nos manda levar a sério seu Filho muito querido! A caminho de Jerusalém,a Nova Cidade, a Cidade da Paz, com Jesus, nosso Mestre, animemo-nos uns aos outros!

> 3 - A palavra de Deus na celebração:     É tempo de campanha da fraternidade. É tempo de alimentar o sonho de uma terra transfigurada, “Terra boa e espaçosa, terra onde corre leite e mel” (Ex 3,8): - onde nossas riquezas naturais, em cada região, são bem cuidadas por nós humanos; - onde o nosso solo é tratado como “mãe gentil”, de modo a conservar sua fertilidade natural, e poder nos dar o pão de cada dia, em vez de desgastado e esterilizado pelas queimadas, pelo envenenamento dos pesticidas e pela erosão; - onde nossas águas, nosso rios, nossos mangues, nossos mares são tratados como bênção maior do Criador, libertos para sempre das ameaças do desmatamento, da poluição das mineradoras, da sujeira dos esgotos e da podridão do lixo; - ondenossas florestas, nossas árvores, nossa riqueza madeireira é manejada com racionalidade e tem garantida sua sustentabilidade; - onde nossa agricultura familiar é priorizada, e nossa alimentação liberta dos horrores do agrotóxico; - ondenossas periferias urbanas são saneadas e libertas para sempre das pestes e epidemias. Páscoa, a passagem libertadora de Deus, em Cristo, é a força motora que nos engaja na busca de realização deste sonho.

> 4 - Dicas e Sugestões:   

 

Reginaldo Veloso