O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

A PALAVRA DE DEUS NO DIA DO SENHOR

7 de outubro de 2018

Vigésimo sétimo D.T.C. - ano B -

Imprimir Voltar

1 -Aprofundando os textos bíblicos:     

Vigésimo sétimo Domingo do Tempo Comum – Ano B / O PROJETO ORIGINÁRIO DE DEUS PARA A HUMANIDADE - A SOLIDARIEDADE E A CONVIVÊNCIA

 

1-Aprofundando os textos bíblicos:  Marcos 10,2-16; Gênesis 2,18-24; Salmo 128(127); Hebreus 2,9-11:

Gênesis 2 é um relato sapiencial procurando responder às questões fundamentais da vida. A humanidade não foi criada para o isolamento, mas para a convivência e solidariedade com seus semelhantes. O sono é sinal do mistério que envolve a ação de Deus criando mulher e homem, humanidade total, imagem e semelhança de seu criador, companheiros que andam lado a lado. Conforme Hebreus, Jesus nos coloca a todos, mulheres e homens como descendentes dos mesmos ancestrais e por isso somos irmãs e irmãos, no Santificador. A conversa entre Jesus e os fariseus, traz à tona o divórcio regulamentado em Dt 24, 1-4 que tinha como objetivo proteger os direitos e a liberdade da mulher contra a arbitrariedade do marido, mas que no tempo de Jesus estava invertido, passando a prever um direito apenas para o marido. Jesus procura saber qual é a vontade de Deus, e é essa a lei que deve ser seguida. Quanto às crianças, eram pouco consideradas e até rejeitadas antes de completarem 12 anos, porque não podiam praticar a Lei, portanto não mereciam o Reino de Deus. A proposta de Jesus corrige e modifica essa mentalidade presente também entre os discípulos. O Salmo de hoje é uma bem-aventurança que canta a felicidade da vida familiar. A mesa simboliza e realiza a unidade de mulher, homem e filhos.

2-Atualizando: No profundo de nós, reconhecemos ser chamados para a união e convivência. O matrimônio é o símbolo da profunda solidariedade e compromisso recíproco, que devemos viver. O seguimento de Jesus restaura o plano de igualdade, querido por Deus desde a criação. Jesus estende o direito ao Reino a todas as pessoas cuja fé é pobre, aberta e disponível como uma criança. Como a Palavra de Deus questiona nossos relacionamentos?

3-A palavra de Deus na celebração: Nesta celebração o Senhor nos envolve em seu amor fiel, vencendo nossas contradições, constantes infidelidades e tornando puro, digno e justo o amor que nos enlaça às pessoas. Pela eucaristia renovamos com Ele nossa aliança e somos fortalecidos na capacidade de doação e fidelidade em nossas relações na família, na comunidade e na sociedade, valorizando as pessoas de nosso convívio diário.

4-Dicas e sugestões para a celebração:

    No Dia do Senhor, TC Ano B, p. 137-140, encontram-se dicas e sugestões de cantos para a celebração, com bênção especial para os casais no final da celebração. Nas p. 25-34 há um roteiro básico com alternativas para a ação de graças.

Maria de Lourdes Zavarez e Maria do Carmo de Oliveira

 

> 2 - Atualizando:     O PROJETO ORIGINÁRIO DE DEUS PARA A HUMANIDADE: SOLIDARIEDADE E CONVIVÊNCIA

> 3 - A palavra de Deus na celebração:    

> 4 - Dicas e Sugestões: