O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

“O justo viverá por sua fé!”.

04/10/2019

27º Domingo do Tempo do Discipulado e da Missão - C:

 

Domingo do poder e da gratuidade da fé

 

 

Lc 17,5-10

A proposta de Jesus, no seu todo e nos seus detalhes, muitas vezes assusta “qualquer cristão”!

Daí, o pedido humilde e angustiado, insistente e confiante, dos discípulos de ontem e de hoje: “Aumenta a nossa fé!”...

E Jesus responde com duas singelas e intrigantes parábolas. A primeira, para exaltar o poder extraordinário da fé... A segunda, para descartar, “de primeira”, qualquer perspectiva de vantagem ou vanglória pessoal por parte de quem crê...

Como dirá o profeta Habacuc e ficará por lembrança: “O justo viverá por sua fé!”. Mas não fará dela, jamais, pretexto para arrogar-se direitos ou privilégios sobre Deus e os seus semelhantes.

Pelo contrário, quanto mais crê, quanto mais fé tem, mais consciência tem, também, de que esta mesma fé é um dom gratuito do Pai, que importa, constantemente suplicar. Quanto mais crê em Deus, mais se coloca a serviço de sua vontade, no serviço fraternal dos irmãos e irmãs...

A fé é uma motivação profunda, que faz o crente superar limites de todo tipo e desdobrar-se na realização surpreendente das maravilhas do Reino.

Sempre consciente, claro, de que tudo quanto ocorre em sua vida pessoal como em seu ambiente, em termos de mudanças, à primeira vista, impossíveis, é fruto do poder e da graça de Deus em nós. Por nós mesmos, entregues às nossas próprias limitações, somos apenas “servos inúteis”, embora cada qual possa afirmar com Paulo: “tudo posso naquele que me dá força” (Fl 4,13).

Eis a razão mais profunda do nosso celebrar, do nosso cantar!

 

A montanha, aqui e agora, é a própria con-juntura que estamos atravessando... Nin-guém de nós é indispensável, mas também, ninguém de nós pode ser infiel... E cabe a nós, se temos fé e Jesus, por força desta mesma fé, nos engajarmos na luta de todo o povo para virar esta situação, e podermos ver o Reino da Justiça e da Paz  acontecer!

(4) Ofertório: Ao Senhor homenagem Sl 96

(Melodia: Com. dom. 11-14 A Hin III p. 252)

 

ao Senhor homenagem rendei-lhe,

rendei GLÓRIA, A Ele o poder!

vinde ao templo trazer-lhe as ofertas

deste vosso, em Cristo, viver!

 

1. Um canto novo ao Senhor,

    Ó terras todas, cantai!

    Louvai seu nome bendito,

    Diariamente aclamai!

    Sua glória, seus grandes feitos,

    Aos povos todos contai!

 

2. Rendei a Deus homenagem,

    Rendei-lhe glória e poder,

    Rendei louvor a seu nome,

    E vinde ao templo trazer

    Presentes para ofertar-lhe,

    Sentindo a terra tremer!

 

3. Ele é o Senhor do universo

    E faz justiça a seu povo.

    Aos povos há de julgar,

    Reinando no mundo todo;

    Por isso, a Ele cantai,

    Ó terras, um canto novo!

 

(5) Comunhão DEPENDE DE TERMOS FÉ

        Lc 17,5 + Sl 112 (HIN III p. 287)

 

depende de termos fé,

fazer o mundo mudar.

Senhor, aqui nesta ceia,

tu vens teu corpo nos dar,

queremos que tu consigas

a nossa fé aumentar!

 

 

1.Feliz quem teme o Senhor

   E ama seus mandamentos!

   /:Seus filhos serão valentes,

   Benditos, seus descendentes!:/

 

2.Em casa, terá fartura,

   Será sempre dadivoso.

   /:Pra quem é bom, é luz forte,

   Bom, misericordioso!:/

 

3.Feliz quem empresta aos outros

   E com justiça se porta!

   /:Jamais há de tropeçar,

   Ninguém o esquecerá!:/

 

4.Não adianta ter raiva,

   Nem tramar qualquer vingança.

   /:Ao Pai, ao Filho, ao Amor

   Louvemos com canto e dança!:/

 

Agosto foi o mês da VOCAÇÃO, do chamado... Setembro foi o mês da PALAVRA que ilumina e encoraja... Outubro é o mês da MISSÃO: discípulos, discípulas de Jesus, estamos sendo convocados à ação!

 

(1) Abertura: Senhor, tu tens razão

       Sl 125 + Dn 3,31-42 (Hin III p. 127)

 

Senhor, tu tens razão,

bem feito foi, bem feito foi,

pois contra ti pecamos!

mas pela tua honra,

misericórdia de nós agora,

a ti nós suplicamos!

 

1. Quem confia no Senhor

    É qual monte de Sião:

    Não tem medo, não se abala,

    ‘stá bem firme no seu chão!

 

2. As montanhas arrodeiam

    A feliz Jerusalém,

    O Senhor cerca seu povo

    Para não temer ninguém!

 

3. A mão dura dos malvados

    Não esmague as criaturas,

    Para os justos não mancharem

    Suas mãos em aventuras!

 

4. Venha a paz para o teu povo,

    O teu povo de Israel,

    Venha a paz para o teu povo,

    Pois tu és um Deus fiel!

 

(2) Salmo de resposta: Salmo 95

 

não fecheis o coração, ouvi vosso Deus!

 

1. Vinde, exultemos de alegria no Senhor,

    Aclamemos o Rochedo que nos salva!

    Ao seu encontro caminhemos com louvores

    E com gritos de alegria o celebremos!

 

2. Vinde, adoremos e prostremo-nos por terra

    E ajoelhemos ante o Deus que nos criou!

    Porque Ele é nosso Deus, nosso Pastor,

    E nós somos o seu povo e seu rebanho!

 

3. Não fecheis os corações como em Meriba,

    Como em Massa, no deserto, aquele dia

    Em que, outrora, vossos pais me provocaram

    Apesar de terem visto as minhas obras.

 

(3) Aclamação: Aleluia

     (melodia do 27º Dom C: HIN III, p. 243)

 

aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! aleluia, aleluia, aleluia, aleluia!

 

Como astros no mundo, vocês resplandeçam

Mensagem de vida ao mundo anunciem.

Da vida a Palavra ao mundo proclamem

Quais astros luzentes, no mundo rebrilhem!

____________________________________

Outubro, Mês da Missão!

 

 

O Documento de Aparecida

- 2007 -

1. Com a luz do Senhor ressuscitado e a força do Espírito Santo, nós os bispos da América nos reunimos em Aparecida, Brasil, para celebrar V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe.

 

Fizemos isso como pastores que querem seguir estimulando a ação evangelizadora da Igreja, chamada a fazer de todos os seus membros discípulos e missionários de Cristo, Caminho, Verdade e Vida, para que nossos povos tenham vida nEle.

 

Fazemos isso em comunhão com todas as Igrejas locais presentes na América.

 

Maria, Mãe de Jesus Cristo e de seus discípulos, tem estado muito perto de nós, tem-nos acolhido, tem cuidado de nós e de nossos trabalhos, amparando-nos, como a João Diego e a nossos povos, na dobra do seu manto, sob sua maternal proteção.

 

Temos pedido a ela, como mãe, perfeita discípula e pedagoga da evangelização, que nos ensine a ser filhos em seu Filho e a fazer o que Ele nos disser (cf. Jo 2,5).

 

 

Quem poderia imaginar que a situação deste país pudesse mudar tão rapidamente, que o desemprego a fome  voltassem a rondar nossos lares, e a violência chegasse ao ponto que chegou?... Como cristãos e cristãs, individualmente e enquanto Comunidade Cristã, à luz do Evangelho e na busca fiel do Reino de Deus “assim na terra como no céu”, como encarar, por exemplo,

- os sucessivos e graves ataques aos Direitos da Classe Trabalhadora?...

- as incertezas, ameaças e perdas que resultarão dessa “Reforma da Previdência”, que só interessa aos poderosos que querem lucrar cada vez mais às custas do empobrecimento progressivo do povo?...

 

Ou vamos esperar que as coisas piorem ainda mais para nos acordarmos da nossa acomodação?...

 

Outubro, mês da MISSÃO! Para que missão Jesus nos estará convocando, diante do que anda acontecendo?...

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →