O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

TEMPO DE JUIZES - FÉ E CIDADANIA – 30 José Vanin Martins

17/03/2019

FÉ E CIDADANIA – 30  

José Vanin Martins

TEMPO DE JUIZES

 

            A história do povo de Deus como se costuma dizer, é toda a história: a de antes de ontem, a de ontem, a de hoje e a que está por vir.  Não foi ontem e não será agora que Deus vai desistir deste mundo. Os homens são sempre iguais. Cada qual procura buscar o seu bem e se esquece de que o bem maior é de todos e só na busca da unidade e do bem para todos que se encontra também o bem pessoal, o bem de cada um. Esta história é que cabe ao POVO DE DEUS realizar.

            O povo de Deus ocupou terras que ficam a beira mar entre as potências do EGITO e as potências PERSAS, ÁRABES, PALESTINOS, SÍRIOS, TURCOS, LIBANESES, que com outros nomes já habitavam aquelas terras. Foi muito difícil conquistarem seu pedacinho do chão.

            JUIZES são os nomes que se destacaram em cada tribo, na defesa de sua terra ou no apoio em defesa da terra da tribo irmã. No registro da história ficaram os nomes de SEIS JUIZES MAIORES E SEIS JUIZES MENORES. “Não apenas administravam a justiça, mas também governavam. Sua autoridade não ia além de sua cidade ou de seu território, Foi uma instituição política intermediária entre o regime tribal e o regime monárquico” (Bíblia de Jerusalem – Josué, Juizes... Introdução).

            Alguns estudiosos dividem os juízes

Líderes fortes na fé: Débora, Otniel, Jefté, Eúde, Sangar e Samuel (Jz e 1Sam).

Líderes vacilantes na fé: Baraque, Gideão (Juízes, capítulo 4-6).

Líderes fracos na fé: Abimeleque e Sansão (Juízes, capítulo 9-13).

Líderes fracassados na fé: Os dois levitas (Juízes, capítulo 17-19).

            Os juízes tinham como missão defender as terras, incentivar a fidelidade como penhor de bênção divina e o arrependimento, lembrando sempre que a infidelidade é penhor de desgraça,     

            Continua sendo missão de cada cristão acreditar na justiça, no respeito e na partilha. Assim se constrói o REINO DE DEUS AQUI NA TERRA.

 

BRASA QUENTE NA FOGUEIRA DA CONVERSAÇÃO

EMAIL: vanin19@gmail.com FONE (062) 3095 1675

BLOGGER: vaninmartins.blogspot.com.br

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →