O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR – ANO B : Autor J. Reginaldo Veloso

13/05/2018

FESTA DA ASCENSÃO DO SENHOR – B

 

 

<<Hoje, nosso Senhor Jesus Cristo subiu ao céu: suba também com ele o nosso coração. Ouçamos as palavras do Apóstolo: “Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às terrestres.” (Cl 3,1-2). E assim como ele subiu sem se afastar de nós, também nós subimos com ele, embora não se tenha ainda realizado em nosso corpo o que nos está prometido.

Cristo já foi elevado ao mais alto dos céus; contudo, continua sofrendo na terra atra-vés das tribulações que nós experimenta-mos como seus membros. Deu testemunho desta verdade quando se fez ouvir lá do céu: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” (At 9,4). E ainda: “Eu estava com fome e me destes de comer” (Mt 25,35).

Por que razão nós também não trabalhamos aqui na terra de tal modo que, pela fé, esperança e caridade que nos unem a nosso Salvador, já descansemos com ele no céu? Cristo está no céu, mas também está conosco; nós, embora não possamos reali-zar isso pela divindade, como ele, ao menos podemos realizar pelo amor que temos para com ele.>> Santo Agostinho (LH II, p.828-829)

 

Sábias palavras de Santo Agostinho, que nos inspiram uma vida cristã com a cabeça no céu, mas, os pés na terra.

 

Na verdade, essas palavras de um santo bispo de 16 séculos atrás, nos instigam a vivermos, hoje, plenamente a nossa “cida-dania” celeste, já aqui, nesta terra de tristezas e tribulações.

Precisamos dar conta do que pedimos todo dia a Papai do Céu: “Venha a nós o vosso Reino. Seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu”!

Importante e urgente é fazer a nossa parte e demonstrar por nossas atitudes e ações que o “céu” pode começar aqui e agora.

Com os corações ligados no Cristo Jesus, que está sentado à direita do Pai, mas está sempre conosco, até o fim dos tempos, por respeito à nossa dignidade e por solidarieda-de para com todos os nossos irmãos e irmãs, sobretudo, os oprimidos e excluídos,

*

 

   A trombeta marcial anunciando!

    Batam palmas ao Senhor!  

   Com a harpa ao Senhor cantem louvores,

    Batam palmas ao Senhor!  

   Porque Deus é o grande rei da terra toda!

    Batam palmas ao Senhor!  

 

4.No seu trono glorioso está sentado,

    Batam palmas ao Senhor!  

   Sobre todas as nações é seu reinado!

    Batam palmas ao Senhor!  

   Os governos se reúnem com os pobres

    Batam palmas ao Senhor!  

   Pois é Deus o dono desses poderosos!

    Batam palmas ao Senhor!

 

(3) Aclamação: ALELUIA + Mc 16,15

            (ODC part. II, p.361)

 

aleluia! alegria, aleluia!

aleluia! aleluia!

 

Ele falou: “Vão pelo mundo”, aleluia!

“E a Boa Nova anunciem”, aleluia!

 

(4) Ofertório: Cristo Ressuscitou!

          (Hin II p. 210 - ODC part. II, p. 152)

 

Cristo ressuscitou,

o sertão se abriu em flor,

da pedra água saiu,

era noite e o sol surgiu,

glória ao Senhor!

 

1.Vocês que tristes ‘stão,

   Que gemem sob a dor,

   Na dor de sua Paixão

   Deus se irmanou!

 

2.Vocês que pobres são,

   Que temem o opressor,

   Por sua Ressurreição

   Deus nos livrou!

 

3.Vocês que um Corpo são

   Unidos pelo Amor,

   Oferta, em Cristo, irmãos,

   São, ao Senhor!

 

 (5) Comunhão: Sl 68b + Lc 24,47

(Mel. da antífona: “Ó anjos celestes”, que se canta antes e depois do Sl 68b ODC p. 87 = CD 1,46)

 

enquanto comiam, Jesus aparece.

depois de falar-lhes, ao céu FOI LEVADO

e eles partiram levando o recado!

 

1.Eis a procissão do Rei, nosso Deus,

   Ao seu santuário, seguido dos seus!

   Ao seu santuário, seguido dos seus!

 

2.À frente, cantores, atrás, tocadores,

   No meio vão jovens tocando tambores!

    No meio vão jovens tocando tambores!

  

façamos tudo quanto estiver a nosso alcance para que a dignidade e os direitos de todos e todas sejam respeitados, haja justiça, paz e felicidade para todos e todas. E o céu já começará nesta terra, pois o Reino de Deus já estará “vindo” e a sua “vontade” se realizando entre nós.

 

 (1) Abertura: Salmo 47 + Atos 1,11

 (Mel.: “Povos todos do universo” – Sl 47 – ODC p.69)

 

Ó vós todos, que pro céu olhais parados,

pra Jesus de vosso meio arrebatado,

Ele, um dia, assim virá, do mesmo modo

Como o vistes ao céu sendo elevado!

 

1.Povos todos, batei palmas,

   Aclamai com alegria

   O Eterno, o Deus Altíssimo,

   Mundial soberania!

 

2.Num só povo congregou

   As nações que ele venceu;

   Deu a terra como herança

   A este povo que escolheu!

 

3.Deus subiu por entre aplausos,

   Com trombetas a tocar;

   Cantem salmos ao Senhor,

   Todos juntos, sem cessar!

 

4.Toquem músicas alegres

   Ao Senhor que é rei da terra,

   Cada povo do universo

   Do seu trono ele governa!

 

5.Reuniu todas as gentes

   Com os filhos de Abraão,

   Pois só ele é Deus altíssimo,

   Tem os reis em sua mão!

 

6.Glória ao Deus que nos anima

   E a seu Filho vencedor,

   Seu Espírito é coragem,

   Força que nos libertou!

 

(2) Salmo de resposta: Salmo 47

     (2ª versão – melodia: ODC-CD 1,34)

 

1.Batam palmas povos todos com alegria,

   Batam palmas ao Senhor!

   Celebrando ao Senhor com euforia,

    Batam palmas ao Senhor!  

   Pois o Altíssimo Senhor é o mais sublime,

    Batam palmas ao Senhor!  

   Sobre a terra, nosso Deus é o rei supremo,

    Batam palmas ao Senhor!  

 

com alegria, com gratidão,

ao nosso Deus e nosso Rei a saudação!

 

2.Vai subindo, aclamado, para o trono.

    Batam palmas ao Senhor!  

 

 

3.Uni-vos em coros, a Deus bendizei,

   Vós, moços e idosos, louvai vosso Rei!

    Vós, moços e idosos, louvai vosso Rei!

 

4.Ó Deus, manifesta teu grande poder,

    Ofertas e dons irás receber!

    Ofertas e dons irás receber!

 

5.Reprime os ferozes, os fortes que exploram,

Que oprimem teus pobres e a guerra promovem.

Que oprimem teus pobres e a guerra promovem. 

                                                                                                

6.Do sul e do norte, se achegam os povos,

Humildes se dobram, a ti, Deus, adoram!

Humildes se dobram, a ti, Deus, adoram!

*

<<Por que ficais aqui, parados, olhando para o céu?...>>

Essa pergunta, que “dois homens vestidos de branco” fizeram aos apóstolos, Jesus nos faz a cada um, a cada uma, de nós, neste momento de profunda comunhão com Ele... “Até que Ele venha”, há muito o que se fazer.

Aqui e agora, neste ano em curso, muita coisa, na vida deste país nos desafia... São muitos os “sinais dos tempos” a nos interpelarem:

- o desmonte de todas as políticas públicas no campo da Educação, da Saúde, da Habitação, da Cultura, dos Direitos humanos, dos Povos Originários, dos Quilombolas;

- o desemprego crescente;

- as consequências da famigerada “Reforma trabalhista”...

- A ameaça da “Reforma da Previdência”;

- A avalanche das privatizações das maiores riquezas do país em benefício do capital estrangeiro;

- A criminalização dos Movimentos Sociais;

- A prisão Da maior liderança popular do país, o Companheiro LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA;

- As Eleições de outubro!

Nossa Fé Cristã tem tudo a ver com essa realidade complexa e desafiante.

Seria uma vergonha, o alheamento, a alienação das Igrejas, a indiferença e a omissão dos Cristãos e Cristãs.

Como cantava um canto do início da Reforma Litúrgica:

<<A missa terminou... começou nossa missão!”

BÊNÇÃO DA CEIA DO SENHOR – Tempo Pascal 

Festa da Ascensão do Senhor - B

 

Coordenador/a: O Senhor, sim, está com seu povo!

Assembleia: Bem merece um cântico novo!

C: Corações se elevem aos céus!

A: Bem merece o Senhor, nosso Deus!

C: Demos graças a Nosso Senhor!

A: Bem merece o nosso louvor!

 

C: É tão bom bendizer-te e cantar:

    És a luz de eterno esplendor,

    És bondade, és vida a jorrar,

    E nos amas com eterno amor!

Assembleia:

GRANDE, tu és, deus-amor!

 teu povo sempre a louvar,

 pois tu és bom, ó amor,

 toda a gente vai cantar!

 

Assistente-1:

        Pois Jesus, tendo Ressuscitado,

        Elevado hoje foi às alturas,

        E consigo, à maior dignidade,

        Ele eleva a todas criaturas!

Assistente-2:

        E a nós seus discípulos todos

        Nos envia a anunciar

        O Evangelho, a Boa Notícia,

        Para o mundo inteiro escutar!

Assembleia:

 grande, tu és, deus-amor!

 teu povo sempre a louvar,

 pois tu és bom, ó amor,

 toda a gente vai cantar!

 

C: De Jesus, nós, fiéis seguidores,

     A missão com alegria acolhemos,

     E por Cristo escolhidos e enviados

   Teus favores, contentes, cantemos:

Assembleia:

santo, ó santo, ó deus santo,

cante a terra e o céu!

“seja bendito!” é o canto

ao que vem em nome teu!

     ao deus que salva, hosana!

     viva o deus que liberta!

     viva, teu povo proclama

     e hosana ao que se oferta!

 

                     eis o mistério da fé!

                     ó irmãos (ãs), da nossa fé!

 

 

Assembleia:

sempre que o pão partilhamos,

juntos do vinho a tomar

 tua morte ANUNCIAMOS,

tua vinda a esperar!

 

C: Celebrando, ó Pai tão querido,

    A memória de tal redenção,

    Anunciamos a Morte de Cristo

    Proclamando a Ressurreição!

 

Assembleia:

por nós o cristo morreu,

ressuscitou glorioso!

por nós a morte venceu

e virá vitorioso!  

 

A-1:

Pois teu Filho entre os mortos baixou,

Mas aos céus glorioso ascendeu,

E sentado à tua destra se achou,

Quem por nós todos se ofereceu!

 

A-2:

Aos que vamos de um só pão comer,

De um só cálice vamos tomar,

Pelo Espírito, vem nos fazer

Viva oferta a te glorificar!   

 

Assembleia:

do nosso ser, nossa vida,

faze uma oferta de amor,

pro bem da terra querida,

tua glória e teu louvor!

        

C: E agora, ó Pai, te lembramos

    Todos quantos te são tão queridos,

    Pelos quais, te ofertando, pedimos:

    Por primeiro, teu servo Francisco!

 

A-1:

Por Fernando que é nosso bispo,

Pelos bispos de todas Igrejas

E por quantos nos servem pedimos

Para que bons pastores nos sejam!

 

Assembleia:

lembra-te, ó pai, de tua igreja,

de quantos servem a gente,

tua palavra em nós cresça

e teu reino manifeste!

C – A-1 – A-2:   (estendendo as mãos

             sobre a assembleia e as oferendas):

 

    Sobre nós venha o Santo Espírito,

    Nossas vidas a santificar!

    Venha igual sobre o pão e o vinho,

    Corpo e Sangue do Cristo tornar!

 

C: Pois assim como ele mandou,

     Celebramos a sua memória,

     E fazendo como ele ensinou,

     Retomamos sua mesma história:

 

     Quando, pois, sua hora chegou,

     Com os amigos Jesus se reuniu,

     Pelo pão a seu Deus abençoou

     E aos amigos assim proferiu:

 

   Tomai, todos e todas, comei,

    isto é o meu Corpo, irmãos (ãs),

    que será, sim, entregue por vós

    isto é o meu Corpo irmãos(ãs)!

 

Assembleia:

pois minha carne irmãos(ãs)

é verdadeira comida.

quem se alimenta de mim

vai  ter, sim, eterna vida!

 

C: E no fim desta ceia tão santa,

    Pega o cálice e ao Pai agradece,

    E aos amigos de novo encanta,

    Quando a eles dirige esta prece:

 

Tomai, todos e todas, bebei:

 este é do meu Sangue o cálice,

 é o Sangue da Nova Aliança,

 da Eterna Aliança é o cálice

 

que será derramado por vós,

para a remissão dos pecados.

Fazei isto em memória de mim,

fazei isto de mim relembrados!

 

Assembleia:

pois o meu sangue, irmãos(ãs)

é verdadeira bebida.

quem do meu sangue beber,

sim, vai ter eterna vida!

 

A-1 e A-2   (elevando o Pão e o Vinho):

                    

                                                            eis o mistério da fé!

                   eis o mistério da fé!

A-2:

Nós queremos na fé recordar

Os que em Cristo já adormeceram,    

Que findaram o seu caminhar

Nesta terra onde amaram e creram.

 

 (um instante de silêncio... quem o deseje pode proclamar o nome de seus entes queridos, especialmente, dos que faleceram recentemente, há 7 ou 30 dias, 1 ano...)

 

 

Assembleia:

que eles e elas estejam

na luz da glória, ó pai,

onde com cristo festejam:

repousem sempre em paz!

 

C: Finalmente, ó Pai, em tua luz,

     Nós teus filhos e filhas, um dia,

     Com Maria, a Mãe de Jesus,

     Desfrutemos de eterna alegria!

 

Assembleia:

com os teus santos e santas,

discíp’los-missionários,

teu povo na terra canta

e no céu, teu santuário!

 

C + A-1 + A-2:     (elevando o Pão e o Vinho)

É por Cristo, com Cristo e em Cristo,

Que te damos, ó Pai, com prazer,

Na unidade do Santo Espírito,

Toda glória a te bendizer:

 

Assembleia:

viva! amém! aleluia!

viva! amém! aleluia!

viva! amém! aleluia!

aleluia! amém! amém!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →