O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

SEXTO DOMINGO DA PÁSCOA / ANO B - DOMINGO DO AMOR

06/05/2018

6º Domingo de Páscoa – B: Domingo do Mandamento de Jesus 

João 15,9-17

Por sinal, na madrugada deste 1º. de Maio de 2018, o Dia do Trabalhador e da Trabalhadora amanheceu com esta triste notícia: antigo edifício da Polícia Federal no centro de São Paulo, abandonado pelo poder público e ocupado por 146 famílias de Sem Teto, pegou fogo e desabou.  A maioria das pessoas escapou da morte, mas perdeu tudo. Mais de 40 estão desaparecidas ou perderam a vida. O poder público, a quem cabe a responsabili-dade primeira por tudo o que aconteceu, através de seus “legítimos” representan-tes de plantão, sai de fininho, inclusive, para cúmulo de insensatez e cinismo, culpabilizando as vítimas.

Esse, com certeza, é o mundo que desconhece a Deus, que não conhece a intimidade da Trindade, que nunca ouviu ou faz questão de não ouvir o único Mandamento de Jesus... A este mundo não chegou pelos correios, nem lhe foi entregue em mãos, a 1º Carta de João, especialmente, quanto está escrito nos capítulos 3 e 4...

E a gente se poderia perguntar: o que estão fazendo as Igrejas, as grandes Religiões?... Papa Francisco tem procurado fazer sua parte... E nós outros e outras?... Até quando ficaremos brincando de rezar ou de orar, de bendizer e louvar, enquanto as desigualdades e injustiças, fonte de todas as violências, continuam e se agravam, empurrando a humanidade para o abismo, que a gente insiste em não querer  encarar?... Pelo menos o Juízo Final, da História e de Deus, que nos aguarda pessoal e coletivamente (ver Mt 25,31-46) nos servirá de alerta?...

Enquanto isso, dezenas de milhares de pessoas se deslocaram de todo o país até Curitiba para se solidarizar com LUÍS INÁCIO LULA DA SILVA, preso político, porque sonhou com um mundo onde os Sem Terra, Sem Teto, Sem Trabalho. Sem Escola, Sem Saúde, pudessem viver com dignidade. Onde encontraremos, hoje, os sinais do Reino anunciado por Jesus, e razões para cantar a vitória do AMOR?...

 

(3) Aclamação: Aleluia! + Jo 14,23

(ODC part. II, p.361)

aleluia! alegria, aleluia! aleluia! aleluia!

Ele falou: “Se alguém me ama, aleluia!

Minha Palavra há de viver, Aleluia!

aleluia! alegria, aleluia! aleluia! aleluia!

Ele falou: “Dou-vos um Novo Mandamento:

Vocês se amem uns aos outros”, aleluia!

 

(4) Ofertório: Cristo ressuscitou

      (Hin II p. 210 - ODC part. .II, p. 152)

 

Cristo ressuscitou,

o sertão se abriu em flor,

da pedra água saiu,

era noite e o sol surgiu,

glória ao Senhor!

 

1.Vocês que tristes ‘stão,

   Que gemem sob a dor,

   Na dor de sua Paixão

   Deus se irmanou!

 

2.Vocês que pobres são,

   Que temem o opressor,

   Por sua Ressurreição

   Deus nos livrou!

 

3.Vocês que um Corpo são

   Unidos pelo Amor

   Oferta, em Cristo, irmãos,

   São ao Senhor!

 

(4) Comunhão: Salmo 147 B + Jo 14,15-16           (mel.: “Jerusalém, Povo de Deus” ODC Part. I, p. 205)

 

quem permanece unido(a) a mim e eu a ele (ela)

uma tal pessoa bem muito fruto irá render,

porque sem mim nada podeis, sim, aleluia!

porque sem mim não podereis nada fazer!

 

1.Louva, Jerusalém,

   - Louva ao Eterno Bem!

   Tuas portas reforçou,

   - e os teus abençoou!

   Te cumulou de paz,

   - e o trigo em flor te traz!

 

2.Sua Palavra envia,

   -  veloz sua voz se avia;

   Qual lã a neve espalha,

   - Qual cinza, a geada;

   Os gelos se dissolvem

   - E, ao vento, as águas correm!

 

3.Ao Povo revelou,

  -  palavras de amor!

   A sua Lei nos deu

  -  e o Mandamento seu!

Com ninguém fez assim,

   - Amou até o fim!

(1)  Abertura: Salmo 98+ Is 48,20

(ODC Part. I, p, 116)

1.Ao Amor entoai novo canto,

   Pois prodígios foi ele quem fez,

   Sua mão e o seu santo braço

   A vitória trouxeram de vez!

 

   com cântico alegre

   a todos anunciai:

   “o Amor nos libertou!”

   ao mundo proclamai!

 

2.O Amor revelou sua vitória,

   Sua justiça às nações demonstrou,

   Recordando sua fidelidade,

   Lealdade a seu povo mostrou!

 

3.Os confins do universo avistaram

   Nosso Deus e a sua vitória!

   Toda a terra aclamai ao Amor,

   De alegria gritai dando glória!

 

4 Ao Amor celebrai com violões,

   Com violões e teclados cantai!

   Com clarins e trombetas ecoando,

   Ao Amor que nos rege aclamai!

 

 

5.O oceano reboe, água e peixes,

   Todo o mundo e o que ele contém;

   Que os rios alegres aplaudam,

   E as montanhas celebrem também

 

6.Ante a face do Amor que vem vindo

   Com justiça a terra julgar,

   A julgar toda a gente do mundo,

   Retidão a valer e vingar!

  

7.Glória a Deus, no universo presente,

   No louvor das Três Raças também,

   E que desça a paz sobre a terra,

   Desde agora e pra sempre, amém!

 

(2)  Salmo de resposta: Salmo 98

(Hin II, p.96-98)

 

o senhor fez conhecer a salvação

revelou sua justiça às nações!

 

1.Cantai ao Senhor Deus um canto novo,

   Porque ele fez prodígios

   Sua mão e o seu braço forte e santo

   Alcançaram-lhe a vitória!

 

2.O Senhor fez conhecer a salvação,

  E às nações, sua justiça;

   Recordou o seu amor sempre fiel

   Pela casa de Israel!

 

3.Os confins do universo contemplaram  

   A salvação do nosso Deus,

   Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,

   Alegrai-vos e exultai!

 

* * * * *

*

 

4.Ao Pai do Céu louvemos

   - e ao que vem cantemos!

   E ao Divino, então,

   - a nossa louvação!

   Aos Três que são um Deus,

   - exalte o povo seu!

____________________________________

 

A MENSAGEM LIBERTADORA DE

DOM OSCAR ROMERO,

O SANTO DAS AMÉRICAS

 

* “Irmãos, eu gostaria de gravar no coração de cada um esta ideia: o cristianismo não é um conjunto de verdades nas quais devemos acreditar, de leis que devem ser cumpridas, de proibições! Assim se torna muito repugnante. O cristianismo é uma pessoa, que nos amou tanto, que pede nosso amor. O cristianismo é Jesus Cristo e o evangelho.” (06/11/ 1977)

 

* “Uma religião de missa dominical, mas de semanas injustas não agrada ao Deus da Vida. Uma religião de muita reza, mas de hipocrisias no coração não é cristã. Uma Igreja que se instala só para estar bem, para ter muito dinheiro, muita comodidade, porém que não ouve os clamores das injustiças não é a verdadeira igreja de nosso Divino Redentor.” (04/12/1977)

 

* “Ainda quando nos chamem de loucos, ainda quando nos chamem de subversivos, comunistas e todos os adjetivos que se dirigem a nós, sabemos que não fazemos nada mais do que anunciar o testemunho subversivo das bem-aventuranças, que proclamam bem-aventurados os pobres, os sedentos de justiça, os que sofrem.” (11/05/1978)

 

* “Muitos querem que o pobre sempre diga que é “vontade de Deus” que assim sobreviva. Não é vontade de Deus que uns tenham tudo e outros não tenham nada. Não pode ser de Deus. A vontade de Deus é que todos os seus filhos e filhas sejam felizes.” (10/09/1978)

 

* “É ridículo dizer que a Igreja se tornou marxista. Porém há um "ateísmo" mais próximo e mais perigoso para nossa igreja: o ateísmo do capitalismo, quando os bens materiais se tornam ídolos e substituem Deus.” (15/09/1978)

* “Se me matarem ressuscitarei nas lutas de meu povo”

BÊNÇÃO DA CEIA DO SENHOR – Tempo Pascal 

6º Domingo B – O Mandamento de Jesus

 

Coordenador/a: O Senhor, sim, está com seu povo!

Assembleia:

Bem merece um cântico novo!

C: Corações se elevem aos céus!

A: Bem merece o Senhor, nosso Deus!

C: Demos graças a Nosso Senhor!

A: Bem merece o nosso louvor!

 

C: É tão bom bendizer-te e cantar:

    És a luz de eterno esplendor,

    És bondade, és vida a jorrar,

    E nos amas com eterno amor!

 

Assembleia:

GRANDE, tu és, deus-amor!

 teu povo sempre a louvar,

 pois tu és bom, ó amor,

 toda a gente vai cantar!

 

Assistente-1:

      Pois Jesus, tendo Ressuscitado,

      Nos convida a participar,

      De sua Vida unida ao Pai,

      Seus Mandados, fiéis, a observar!

Assistente-2:

        E nos dando o seu Mandamento

        Nos convida à vida doar

        Como ele por nós deu a vida,

        Pois amor maior não haverá!

 

Assembleia:

 GRANDE, tu és, deus-amor!

 teu povo sempre a louvar,

 pois tu és bom, ó amor,

 toda a gente vai cantar!

 

C: De Jesus, nós, amigos e amigas,

   Teus segredos, ó Pai, partilhamos,

   E por Cristo escolhidos e enviados

   Teus favores, contentes, cantamos:

 

Assembleia:

santo, ó santo, ó deus santo,

cante a terra e o céu!

“seja bendito!” é o canto

ao que vem em nome teu!

     ao deus que salva, hosana!

     viva o deus que liberta!

*

      

A-1 e A-2     (elevando o Pão e o Vinho):

 

                     eis o mistério da fé!

                     eis o mistério da fé!

                     eis o mistério da fé!

                     ó irmãos (ãs) da nossa fé!

 

Assembleia:

sempre que o pão partilhamos,

juntos do vinho a tomar

 tua morte ANUNCIAMOS,

tua vinda a esperar!

 

C: Celebrando, ó Pai tão querido,

    A memória de tal redenção,

    Anunciamos a Morte de Cristo

    Proclamando a Ressurreição!

 

Assembleia:

por nós o cristo morreu,

ressuscitou glorioso!

por nós a morte venceu

e virá vitorioso! 

 

A-1:

Pois teu Filho entre os mortos baixou,

Mas aos céus glorioso ascendeu,

E sentado à tua destra se achou,

Quem por nós todos se ofereceu!

 

A-2:

Aos que vamos de um só pão comer,

De um só cálice vamos tomar,

Pelo Espírito, vem nos fazer

Viva oferta a te glorificar!   

 

Assembleia:

do nosso ser, nossa vida,

faze uma oferta de amor,

pro bem da terra querida,

tua glória e teu louvor!

        

C: E agora, ó Pai, te lembramos

   Todos quantos te são tão queridos,

    Pelos quais, te ofertando, pedimos:

    Por primeiro, teu servo Francisco!

 

A-1:

Por Fernando que é nosso bispo,

Pelos bispos de todas Igrejas

E por quantos nos servem pedimos

Para que bons pastores nos sejam!

 

    viva, teu povo proclama

     e hosana ao que se oferta!*

 

  C – A-1 – A-2:   (estendendo as mãos sobre a assembleia e as oferendas):

 

    Sobre nós venha o Santo Espírito,

    Nossas vidas a santificar!

    Venha igual sobre o pão e o vinho,

     Corpo e Sangue do Cristo tornar!

 

C: Pois assim como ele mandou,

     Celebramos a sua memória,

     E fazendo como ele ensinou,

     Retomamos sua mesma história:

 

     Quando, pois, sua hora chegou,

     Com os amigos Jesus se reuniu,

     Pelo pão a seu Deus abençoou

     E aos amigos assim proferiu:

 

    “Tomai, todos e todas, comei,

     isto é o meu corpo, irmãos.

     que será, sim,  entregue por vós

     isto é o meu corpo irmãos!”

 

Assembleia:

pois minha carne irmãos(ãs)

é verdadeira comida.

quem se alimenta de mim

VAI TER, sim, eterna vida!

 

C: E no fim desta ceia tão santa,

    Pega o cálice e ao Pai agradece,

    E aos amigos de novo encanta,

    Quando a eles dirige esta prece:

 

“Tomai, todos e todas, bebei:

 este é do meu sangue o cálice,

 é o sangue da nova aliança,

 da eterna aliança é o cálice

 

que será derramado por vós,

para a remissão dos pecados.

fazei isto em memória de mim,

fazei isto pra sempre lembrados!”

Assembleia:

pois o meu SANGUE, IRMÃOS(ãs)

é verdadeira bebida.

quem do meu sangue beber,

sim, vai ter eterna vida!

*

Assembleia:

lembra-te, ó pai, de tua igreja,

de quantos servem a gente,

tua palavra em nós cresça

e teu reino manifeste!

 

A-2: Nós queremos na fé recordar

  Os que em Cristo já adormeceram,    

   Que findaram o seu caminhar

   Nesta terra onde amaram e creram.

 

(um instante de silêncio... quem o deseje pode proclamar o nome de seus entes queridos, especialmente, dos que faleceram recentemente, há 7 ou 30 dias, 1 ano...)

 

Assembleia:

que eles e elas estejam

na luz da glória, ó pai,

onde com cristo festejam:

repousem sempre em paz!

 

C: Finalmente, ó Pai, em tua luz,

     Nós teus filhos e filhas, um dia,

     Com Maria, a Mãe de Jesus,

     Desfrutemos de eterna alegria!

 

Assembleia:

com os teus santos e santas,

discíp’los-missionários,

teu povo na terra canta

e no céu, teu santuário!

 

C + A-1 + A-2:(elevando o Pão e o Vinho)

É por Cristo, com Cristo e em Cristo,

Que te damos, ó Pai, com prazer,

Na unidade do Santo Espírito,

Toda glória a te bendizer:

 

Assembleia:

viva! amém! aleluia!

viva! amém! aleluia!

viva! amém! aleluia!

aleluia! amém! amém!

 

(Esta “Bênção” será cantada com a melodia de +Valdeci Farias, “Quero Cantar ao Senhor” (ODC Partituras I, p. 198): as estrofes de quem coordena (C) e de quem lhe assiste (A_1 e A-2), com a melodia das estrofes; e as respostas da Assembleia, com a melodia do refrão. O texto é de R. Veloso).

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →