O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

Segundo Domingo da Páscoa

08/04/2018

2º domingo de Páscoa – A/B/C:  Domingo de TOMÉ

 

João 20,19-31

Em nosso encontro de hoje, vamos expe-rimentar a presença de Jesus, como Aquele que chega para nos comunicar sua PAZ!... Ele vem soprar sobre nós o seu Espírito e enviar-nos pelos caminhos do mundo, com a missão de vencer o pecado do mundo...

“Felizes”, “bem-aventurados”, nos sentiremos porque não vimos Jesus em carne e osso, mas cremos n’Ele e o seguimos, sendo hoje suas testemunhas, por onde passarmos, aonde quer que cheguemos, não importa o que aconteça, nem com quem, ou com que situação nos deparemos...

Nosso objetivo maior é fazer o Reino acontecer “assim na terra como no céu”!

A nossa luta será para fazer com que os valores do Reino fermentem e transfor- mem toda a vida da Sociedade.

Assim, na esperança, já cantamos o ALELUIA da vitória, mesmo que imperem as injustiças e a violência, como essas que andam acontecendo com quem defende os direitos do povo e prioriza os que mais precisam!

 

 (1) Abertura:   Salmo 63 + 1ªPd 2,2

   (Mel.: “A minh’alma tem sede” – Hin II p. 40))

 

quais crianças apenas nascidas,

o puro leite espiritual.

/:desejai, aleluia, irmãos,

e crescei para a libertação!:/

 

1.Ó Amor, és meu Deus, desde sempre eu te busco,

A minh’alma sedenta de ti, te procuro...

- O meu corpo, o meu ser todo por ti anseia.

Nesta terra deserta, tão árida areia.

 

2.Contemplei-te, um dia, em teu Santuário,

Encantava-me a glória, o poder, o Sagrado!

- Pois melhor do que a vida é tua bondade,

Cantarão os meus lábios tão bela verdade!

 

3.Toda a vida, oh! sim, eu te abençoarei,

Levantando meus braços teu Nome direi!

- Como em rico banquete me saciarei,

Com alegria nos lábios eu te louvarei!

 

4.Noite a dentro, em meu leito eu meditarei,

Tua bondade pra sempre eu recordarei.

- Pois tens sido pra mim um socorro provado

  De tuas asas à sombra, eu tenho exultado!

 

4.As nossas vidas santificarás,

   Os nossos corpos ressuscitarás,

  Por Jesus Cristo nos transformarás. Aleluia!

 

 (5) Comunhão: Sl 139 + Jo 20,27

     (Mel.: “Ressuscitei, Senhor” – Hin II p. 77)

 

achega a tua mão,

Teu dedo em minhas mãos,

estende a tua mão,

toca meu lado, irmão,

não ser sem fé, assim,

mas crê em mim!

 

1.Meu coração penetras

   E lês meus pensamentos,

   Se sento ou se levanto,

   Tu vês meus movimentos

   De todas minhas palavras

   Tu tens conhecimento.

 

   Por trás e pela frente

   Me envolves, Deus, e cercas,

   Pões sobre mim tua mão,

   Me guias, me acobertas;

   O teu saber me encanta,

   Me excede e me supera.

 

2.Quisesse eu me esconder

   Do teu imenso olhar,

   Subir até os céus,

   Na terra me entranhar,

   Atrás do sol que nasce,

   Lá iria te encontrar.

 

   Se a luz do sol se fosse,

   Que escuridão seria!

   Se as trevas me envolvessem,

   O que adiantaria...

   Pra ti, Amor, a noite

   É clara como o dia!

 

3.No seio de minha mãe,

   Tu me teceste, um dia.

   Amor, eu te agradeço

   Por tantas maravilhas,

   Meus ossos, minha alma,

   De há muito, conhecias.

  

   Quando, então, me formavas

   Misteriosamente,

   Minhas ações previas

   No livro de tua mente,

   Meus dias já contados

   Antecipadamente.

 

4.Teus planos, insondáveis,

   Ó meu Deus infinito!

   Somá-los eu quisera,

   É um areal infindo,

   E assim que me desperto,

   Ainda estou contigo!

  

     Meu Deus, o mau derrota

 

5.A minh’alma a ti permanece ligada,

Tua mão me segura por tal caminhada...

- De minha vida os que buscam a destruição

No profundo do abismo lançados serão!

 

6.Mas quem reina com Deus nele irá se alegrar

E feliz há de ser quem por Ele jurar!

- E fechada a boca de toda mentira,

Glória ao Deus que meu canto anima e inspira!

 

(2) Salmo de resposta: Salmo 118

(Hin II p. 66)

/:temos visto e contemplado, Eterno Amor,

os milagres do amor!:/

 

1. Ao Eterno Amor louvai,

     que para sempre é fiel!

    Diga o povo de Israel

     que para sempre é fiel!

     Digam já seus sacerdotes,

      que para sempre é fiel!

     Digam todos que o temem,

      que para sempre é fiel!

 

2. Procuraram derrubar-me,

      eis que o Amor me valeu!

     É minha força, é meu canto

      eis que o Amor me valeu!

    Gritam justos de suas tendas:       

      eis que o Amor me valeu!

     “Sua destra fez prodígios!”

      eis que o Amor me valeu!

 

3. Eis o Dia do Amor!

    alegres nele exultemos!

    Eis o Dia que ele fez!

    alegres nele exultemos!

    Vem salvar-nos, ó Amor!

    alegres nele exultemos!

    Vem, Amor, nos dar vitória!

    alegres nele exultemos!

 

   (3) Aclamação: Aleluia!   (ODC Part.II p. 361)

                  

aleluia! alegria, aleluia! aleluia! aleluia!

Só porque viste acreditaste, ó Tomé!

Meus parabéns a quem não viu e teve fé!

 

(4) Ofertório: Aleluia!      (Hin II p. 184)

 

aleluia! aleluia! aleluia!

 

1.Nós ofertamos, irmãos, ao Senhor

   Uma hóstia pura em seu louvor

   E cantaremos com todo ardor: Aleluia!

 

2.Recebe, ó Pai, esta nossa oblação,

   De nossas faltas concede o perdão,

 Por Jesus Cristo que é nosso irmão. Aleluia!

 

3.As nossas penas, o nosso labor,

   Nossa alegria e nosso amor,

   Por Jesus Cristo, recebe, Senhor. Aleluia!

 

   Longe de mim, violentos!

   De ti maldades falam,

   São vãos seus pensamentos,  

   Pra mim, são inimigos,

   Odeio seus intentos!

 

5.Mas vê meu coração

   E minha angústia sente.

   Eterno, vê meus passos,

   Se vou erradamente,

   Me guia no caminho

   Da vida para sempre.

 

   Como é profunda, ó Pai,

   Tua Sabedoria!

   Fizeste amanhecer,

   Em Cristo, um novo dia,

   Por teu Divino Espírito                                                                  

   Com eterno amor nos guias!

 

(6) Pós-comunhão: LOUVORES PASCAIS

<<Sequência Pascal>>

A melodia gregoriana se encontra no CD “Aleluia, porque hoje é Páscoa”, fx. 8, e no Hin II p.258. Após a comunhão, pode-se, também, simplesmente, escutá-la, através de equipamento de som, e meditá-la em silêncio... Pode-se, ainda, fazer uma coreografia com SOLISTAS e MARIA, mais um GRUPO DE EXPRESSÃO CORPORAL e DANÇA. Pode também ser cantada após a homilia.

 

/:ó cristãos, vinde, ofertai

os louvores pascais!:/

 

solo masculino:                                                                                            Já remiu as ovelhas                                                                                     O inocente por elas

Reconciliando céus e terras.

 

solo feminino:

Vida e morte, ó duelo,

Ó combate mais belo:

Da vida o Rei morreu, mas venceu!

 

Ó cristãos...

 

solo masculino:

Que viste. Ó Maria,

Quando ao Horto, então, subias?...

 

solo feminino:

A tumba vi do Vivente,

Do Cristo a glória resplendente!

Os anjos eu ouvi

E os panos no chão eu vi!

Minha esperança clareia,

Jesus vai nos ver na Galileia!

 

Ó cristãos,...                                                                              

 

solo masculino:

Cristo, eu sei, ressuscitou,

Eis toda a verdade!

 

ambos os solistas + Assembleia:

E tu, da Vida ó Rei,

Piedade!

Amém! Aleluia!

BÊNÇÃO DA CEIA DO SENHOR, NO TEMPO DA PÁSCOA

(Oração Eucarística) II Domingo - A-B-C

Coordenador/a: O Senhor, sim, está com seu povo!

Assembleia: Bem merece um cântico novo!

C: Corações se elevem aos céus!

A: Bem merece o Senhor, nosso Deus!

C: Demos graças a Nosso Senhor!

A: Bem merece o nosso louvor!

 

C: É tão bom bendizer-te e cantar:

    És a luz de eterno esplendor,

    És bondade, és vida a jorrar,

    E nos amas com eterno amor!

 

Assembleia:

GRANDE, tu és, deus-amor!

 teu povo sempre a louvar,

 pois tu és bom, deus-amor,

 toda a gente vai cantar!

 

Assistente-1 

        Nesta tarde, rompendo as portas,

        Vem Jesus desejar-nos a paz,

        Suas mãos e seu lado nos mostra,

        E a gente se alegra demais!

 

Assistente-2:

        E de novo, “A paz!” a dizer,

        O Espírito sopra e, então,

        Nos envia com força e poder

        De fazer nova toda a Criação!

 

Assembleia:

GRANDE, tu és, deus-amor!

 teu povo sempre a louvar,

 pois tu és bom, deus-amor,

 toda a gente vai cantar!

 

C: Na alegria fraterna reunidos,

     Nossa fé com Tomé renovamos,

     E com os Anjos e Santos unidos,

     Tua glória e amor proclamamos:

 

Assembleia:

santo, ó santo, ó deus santo,

cante a terra e o céu!

“seja bendito!” é o canto

ao que vem em nome teu!

           ao deus que salva, hosana!

       viva o deus que liberta!

       viva, teu povo proclama

       e hosana ao que se oferta!

 

 Assembleia:

sempre que o pão partilhamos,

juntos do vinho a tomar

 tua morte anunciamos ,

tua vinda a esperar!

 

C: Celebrando, ó Pai tão querido,

    A memória de tal redenção,

    Anunciamos a Morte de Cristo

    Proclamando a Ressurreição!

 

Assembleia:

por nós o cristo morreu,

ressuscitou glorioso!

por nós a morte venceu

e virá vitorioso!  

 

A-1: Pois teu Filho entre os mortos baixou,

         Mas aos céus glorioso ascendeu,

         E sentado à tua destra se achou,

         Quem por nós todos se ofereceu!

 

A-2: Aos que vamos de um só pão comer,

         De um só cálice vamos tomar,

         Pelo Espírito, vem nos fazer

         Viva oferta a te glorificar!   

 

Assembleia:

do nosso ser, nossa vida,

faze uma oferta de amor,

pro bem da terra querida,

tua glória e teu louvor!

        

C: E agora, ó Pai, te lembramos

    Todos quantos te são tão queridos,

     Pelos quais, te ofertando, pedimos:

     Por primeiro, teu servo Francisco!

 

A-1: Por Fernando que é nosso bispo,

         Pelos bispos de todas Igrejas

         E por quantos nos servem pedimos

         Para que bons pastores nos sejam!

 

Assembleia:

lembra-te, ó pai, de tua igreja,

de quantos servem a gente,

tua palavra em nós cresça

e teu reino manifeste!

 

A-2: Nós queremos na fé recordar

         Os que em Cristo já adormeceram,

         Que findaram o seu caminhar

         Nesta terra onde amaram e creram...

 

 

C: Nesta tarde de gozo e de canto,

     É a fé que felizes nos faz

     Nós não vimos e cremos, no entanto.

     Somos, pois portadores da paz!

 

C – A-1 – A-2:   (estendendo as mãos sobre a

                    assembleia e as oferendas)

     Sobre nós venha o Santo Espírito,

     Nossas vidas a santificar!

     Venha igual sobre o pão e o vinho,

     Corpo e Sangue do Cristo a mostrar!

 

C: Pois assim como ele mandou,

     Celebramos a sua memória,

     E fazendo como ele ensinou,

     Retomamos sua mesma história:

 

     Quando, pois, sua hora percebe,

     Com os amigos Jesus se congrega,

     Toma pão e a seu Deus agradece

     Parte o pão e aos amigos entrega:

 

       “Tomai, todos e todas, comei,

       Isto é o meu corpo, irmãos.

       Que por vós há de ser, sim, entregue

       Isto é o meu corpo irmãs!”

 

Assembleia:

“pois minha carne, irmãos(ãs)

é verdadeira comida.

quem se alimenta de mim

vai ter, sim, eterna vida!”

 

C: E no fim desta ceia tão santa,

    Pega o cálice e ao Pai agradece,

    E aos amigos de novo encanta,

    Quando a eles dirige esta prece:

 

“Tomai, todos e todas, bebei:

 Este é do meu sangue o cálice,

 É o sangue da nova aliança,

 Da eterna aliança é o cálice

 

Que será derramado por vós,

Para a remissão dos pecados.

Fazei isto em memória de mim,

Fazei isto pra sempre lembrados!”

 

Assembleia:

“pois o meu sangue, irmãos(ãs)

é verdadeira bebida.

quem do meu sangue beber,

sim, vai ter eterna vida!”

 

A-1 e A-2      (elevando o Pão e o Vinho):

                     eis o mistério da fé!

                     eis o mistério da fé!

                     eis o mistério da fé!

                    ó irmãos (ãs) da nossa fé!

 

(um instante de silêncio... quem o deseje pode proclamar o nome de seus entes queridos, especialmente, dos que faleceram recentemente, há 7 ou 30 dias, 1 ano...)

 

Assembleia:

que eles e elas estejam

na luz da glória, ó pai,

onde com cristo festejam:

repousem sempre em paz!

 

C: Finalmente, ó Pai, em tua luz,

     Nós teus filhos e filhas, um dia,

     Com Maria, a Mãe de Jesus,

     Desfrutemos de eterna alegria!

 

Assembleia:

com os teus santos e santas,

discíp’los-missionários,

teu povo na terra canta

e no céu, teu santuário!

 

C + A-1 + A-2:     (elevando o Pão e o Vinho)

É por Cristo, com Cristo e em Cristo,

Que te damos, ó Pai, com prazer,

Na unidade do Santo Espírito,

Toda glória a te bendizer:

 

Assembleia:

viva! amém! aleluia!

viva! amém! aleluia!

viva! amém! aleluia!

aleluia! amém! amém!

________________________________

Nossos inimigos dizem

 

Nossos inimigos dizem: a luta terminou.
Mas nós dizemos: ela começou.
Nossos inimigos dizem: a verdade está liquidada.
Mas nós sabemos: nós a sabemos ainda.
Nossos inimigos dizem: mesmo que ainda se conheça a verdade
ela não pode mais ser divulgada. Mas nós a divulgaremos. É a véspera da batalha. É a preparação de nossos quadros. É o estudo do plano de luta. É o dia antes da queda de nossos inimigos.

                      Bertolt Brecht (1898 – 1956)

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →