O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

DOMINGO DO ÚNICO MANDAMENTO

29/10/2017

30º Domingo do Tempo do Discipulado e da Missão - A:
DOMINGO DO ÚNICO MANDAMENTO

Ex 22,20-26/1Ts 1,5c-10
Mt 22,34-40
As coisas de Deus são simples, claras e verdadeiras. Nós é que complicamos tudo, por conta de nossos instintos, de nossos medos e do nosso entranhado egoísmo.
O medo de perder, então, fruto do nosso instinto de conservação, nos leva a encontrar, a cada situação e desafio, novas razões e argumentos para nos fecharmos aos apelos de Deus e aos clamores da Humanidade...

No entanto, insiste Jesus, tudo quanto se encontra na Bíblia, no Antigo e no Novo Testamento, tudo se resume num único Mandamento, que tem duas faces:
AMAR A DEUS e AMAR O IRMÃO.

E um outro evangelista, João, numa sua carta, vai nos tirar qualquer dúvida:
quem não for capaz de amar o irmão, tão à vista, e diz que ama a um Deus que não se vê, é mentiroso!

Em toda celebração, é a verdade dessa prática que está em jogo, e o nosso canto é consequência.
* * * * *
Quarta-feira próxima, dia 01/11, come-
çam a entrar em vigor as novas leis tra-balhistas, que, praticamente, anulam a CLT e deixam trabalhadores e trabalha-doras à mercê dos caprichos das empre-sas e dos patrões. Aos poucos, estamos regredindo aos tempos da escravidão.

O mais triste vai ser: ver que haverá entre os próprios trabalhadores e trabalha-doras quem veja vantagem, por conta de algum benefício imediato que uma ou outra pessoa possa ter...

Não será urgente ajudar as pessoas a se darem conta das ciladas e enganos em que estão embarcando?... E alertar companheiras e companheiros para as consequências negativas que mais cedo ou mais tarde virão?,,,

Companheiras e Companheiros cristãos como daremos conta de pôr em prática o Mandamento do Amor, nesta hora de trevas e opressão?...

Os mistérios do teu Reino,
Aos pequenos, Pai, revelas!
ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!

(4) Ofertório: BENDITO SEJAS, SENHOR
(HIN III A, p. 237)
BENDITO SEJAS, SENHOR DEUS,
PELO VINHO E PELO PÃO,
VÃO TORNAR-SE, NO CAMINHO,
ALIMENTO E SALVAÇÃO!

1.Ó Senhor, neste altar colocamos,
Com ofertas de pão e de vinho,
Alegria, esperança e angústia,
Que são partes do nosso caminho.

2.Mesmo quando forçado a partir
E deixar sua terra natal,
Este povo caminha contigo,
Com vigor, combatendo o mal!

3.Se os estranhos nos vêm perguntar:
“Povo errante, pra onde tu vais?”
Nós dizemos: “Com Cristo caminhamos,
Para o amor, a verdade e a paz!”

4.És um Deus peregrino na História,
Deus fiel, que caminha na frente
Do teu povo, que luta, à procura
Do seu chão, com coragem valente!

(5) Comunhão: A TEU DEUS E SENHOR
Mt 22,37 + Sl 62(HIN III A, p. 238)

A TEU DEUS E SENHOR AMARÁS
COM O TEU CORAÇÃO POR INTEIRO,
COM TUAS FORÇAS E TODA TUA VIDA,
SÓ ASSIM ENTRARÁS EM MEU REINO!

1.Só em Deus acho repouso,
Dele espero a salvação!
Ele é a rocha que me salva,
Força, pra eu não ir ao chão!
Até quando, vocês juntos,
Contra um só atacarão!

2.Contra um muro que se inclina
Ou parece desabar?...
Já tramaram derrubar-me
E não sabem se calar...
Sua boca diz louvores,
Dentro pensam em condenar...

3.Povo espera no Senhor,
Abre a Ele o coração.
Todo homem é um sopro,
Mesmo os bons falam ilusão...
Se botarmos na balança,
Sobem mais que um balão!
 
(1) Abertura: NÃO ME ABOANDONES
      Sl 38,22-23 + Sl 143  (Hin III A, p. 234)

NÃO ME ABANDONES, SENHOR,
VEM SOCORRER, VEM SOCORRER, VEM SOCORRER,
DEPRESSA VEM, MEU SALVADOR!

1.Ó Senhor, escuta a prece
Que te faço e o meu pedido!
Vem! Me atende, Deus fiel!
Eu preciso ser ouvido...
Se vieres nos julgar,
Todo mundo está perdido.

2.Lembro os dias do passado:
Os teus feitos que me alentam...
Eu te estendo as minhas mãos,
A minh’alma está sedenta,
Como terra esturricada,
Ressequida e poeirenta.

3.Vem depressa, meu Senhor!
Vem depressa me escutar!
Meu espírito está fraco,
Eu já estou pra desmaiar...
Não me escondas o teu rosto,
Par eu não me arrasar.

4.Vem, me ensina a fazer sempre,
Ó Senhor, tua vontade!
Teu Espírito me guie
A uma terra a conquistar.
Vem, renova minha vida,
Vem da angústia libertar!

(2) Salmo de resposta: Sl 18 (Hin III A, p.235)

EU VOS AMO, Ó SENHOR,
SOIS MINHA FORÇA E SALVAÇÃO!

Eu vos amo, ó Senhor, sois minha força,
Minha rocha, meu refúgio e Salvador!
- Ó meu Deus, sois o rochedo que ne abriga,
  Minha força e poderosa salvação!

Õ meu Deus, sois o rochedo que abriga,
Sois meu escudo e proteção: em vós espero!
- Invocarei o meu Senhor: a ele a glória!
  E dos meus perseguidores serei salvo!

Viva o Senhor! Bendito seja o meu rochedo!
E louvado seja Deus, meu Salvador!
- Concedeis ao vosso rei grandes vitórias
  E mostrais misericórdia ao vosso Ungido!

(3) Aclamação: AELEUIA! + Mt 11,25
(HIN III A, p. 236)

ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!
Eu te louvo, ó Pai santo,
Rei do céu, Senhor da terra
ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA, ALELUIA!

4.”Só Deus tem poder e glória!”
Foi assim que eu entendi.
A bondade só tu tens,
O amor se encontra em ti.
Dás conforme a gente faz,
Também isto eu entendi!
________________________________________________________________________

FÓRUM “JUSTIÇA E PAZ”

Aconteceu, neste final de semana passado, na Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP, por inciativa da recém-fundada Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de Olinda e Recife, com apoio do Instituto Humanitas PE, o Fórum de “Justiça e Paz”.
Não houve condições de reportar, aqui e agora, os detalhes do evento.
Uma coisa é certa, uma nova esperança se acende no seio desta Igreja de Deus que está aqui no Recife... Não há dúvidas de que seja uma graça que nosso Venerável DOM, Helder Camara, pelas suas insistentes preces junto a JESUS, nosso único Mediador, nos esteja alcançando.
Sob impulso do Espírito, com certeza, essa tem sido, quem sabe, a mais significativa iniciativa do nosso atual Arcebispo, Dom Fernando Saburido, como legítimo sucessor de Dom Helder.
Já era hora de se poder ver as Comunidades e Movimentos Cristãos Católicos retomarem os caminhos do Concílio Vaticano II, das Conferências de Medellín (1968) e de Puebla (1979), reassumidos pela Conferência de Aparecida (2007), pelo conjunto do Episcopado Latino-Americano: os caminhos da libertação integral de nossa gente, os caminhos da Justiça e da Paz!
Creio que esse fato alegrará o coração do Papa Francisco, ao ver que a “alegria do Evangelho” começa a ser posta em prática, a ser vivida por aqueles e aquelas que louvam a Deus e demonstram seu amor ao Pai-e-Mãe da Humanidade, através do amor solidário e efetivo aos Irmãos e Irmãs.
Ser cristão, ser cristã, hoje, é entender e assumir que “as alegrias e esperanças, as tristeza e as angústiasdos seres humanos de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontre eco no seu coração” (GS 1).
Engajar-se de corpo e alma na luta pelo respeito efetivo aos DIREITOS HUMANOS de todos as pessoas oprimidas e excluídas é o jeito mesmo de sermos, hoje,honestos, honestas, com Deus.

 

DOWNLOAD DO ARQUIVO →