O mistério na vida... Circulando, fluindo... nos elementos, nas estações. Palavra que brota, agir que floresce... A luz pascal que incendeia a festa da existência. A soma dos "ires-e-vires", de homens e mulheres que celebram, se encantam, e se enredam, no cuidado com o mundo, na busca do Reino.

DESTAQUES SEMANAIS

O CUSTO DO DISCIPULADO

22/06/2020

O custo do discipulado

Pastor Roberto E. Zwetsch[1]

            Jeremias, o profeta, foi chamado por Deus ainda jovem. Não se sentia preparado para tal missão. Mas Deus o seduziu! “Tu me persuadiste, Senhor!” (Jeremias 20.7). Esta persuasão fez de Jeremias um profeta maior. Ele anunciou desgraça e salvação, o que lhe custou muito sofrimento. A tal ponto que chegou a dizer: “Maldito o dia em que nasci” (v. 14). Não obstante, ele resistiu e ficou firme, pois descobriu que mesmo na desventura, o Senhor estava com ele. “O Senhor está comigo como um poderoso guerreiro” (v. 11). Por isso, no meio da desgraça, ele arriscou proclamar: “Cantai ao Senhor! Porque ele livrou a vida do pobre da mão dos malvados” (v. 13).

            Em meio ao momento trágico que vivemos no Brasil e no mundo, é desafiador reler esta profecia. Pois ela nos desafia a não baixar a cabeça, a manter firmes o nosso senso crítico diante de propostas iniquas de autoridades malvadas, a manter alta a nossa fé e solidariedade com quem sofre e com as corajosas equipes de saúde que nos hospitais cuidam e procuram curar pessoas infectadas.

            O Salmo 69 completa esta mensagem porque reconhece que estamos atolados num profundo lamaçal que, em alguns lugares, é tão profundo que nem da pé. Por isto, nos sentimos cansados, desorientados, como se perdêssemos as forças para resistir. E no entanto, o salmista nos ajuda quando canta: “Responde-me, ó Deus, pela riqueza da tua graça. Por tua fidelidade em socorrer, livra-me do lamaçal, para que eu não afunde; que eu seja salvo dos que me odeiam e das profundezas das águas”.

            Estas são as riquezas destes textos bíblicos. Eles não nos iludem com mensagens fáceis. Mas nos consolam no meio da tristeza e desalento, fortalecendo nossos corações e espíritos. Só assim teremos forças para resistir às mentiras que nos querem impor. Só assim seremos gratos aos servidores públicos, médicos, enfermeiras, atendentes, transportadores, farmacêuticos e tanta gente que nesse momento continua trabalhando para garantir nossa saúde. Só assim podemos ficar em casa em reclusão cidadã. Oramos por elas. E nos solidarizamos com as milhares de famílias que perderam pessoas queridas. O custo do discipulado de Jesus é alto. Mas é para esta caminhada que ele nos chamou e continua a chamar. Que o Deus vivo nos livre das mãos dos maus e nos envolva com a sua bênção.

 

[1][1] Pastor da IECLB, professor associado de Faculdades EST.

DOWNLOAD DO ARQUIVO →